Ao todo, estão em andamento a duplicação de mais de 50 quilômetros da rodovia

O comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, vistoriou, na manhã desta sexta-feira, o andamento das obras de duplicação da BR 116 entre Guaíba e Tapes. O serviço é executado pelo Exército Brasileiro, num trecho de 50,8 quilômetros. Estão sendo executados serviços de terraplanagem, pavimentação asfáltica, construção de obras de arte especiais, drenagem e sinalização.

“É de extrema importância porque vamos dar uma capacidade maior de transporte, não só de carga, como também para a parte turística. Tem uma importância grande para a sociedade. E para o Exército é uma maneira de mantermos a nossa engenharia trabalhando”, avaliou o comandante do Exército.

A duplicação é considerada a maior obra na área de engenharia do Exército neste momento. Um dos benefícios será melhorar o acesso ao Porto de Rio Grande, localizado na região Sul do Estado. O prazo total da obra é de 38 meses, sendo assim, deverá terminar em fevereiro de 2021.

Atualmente, o empreendimento está em fase de mobilização e conta com 124 militares, representando metade do efetivo previsto. Quando estiver com a equipe completa deverá envolver 250 militares. As obras estão divididas em dois lotes. O Lote 1 corresponde aos quilômetros 300,54 ao 325, entre Guaíba e Barra do Ribeiro. O Lote 2 vai do quilômetro 325 ao 351,34, entre Barra do Ribeiro e Tapes.