Arita Bergmann é atualmente secretária de saúde de São Lourenço do Sul. Ela também comandou a pasta da saúde durante o governo de Eduardo Leite na prefeitura de Pelotas.

A secretária admitiu as dificuldades do orçamento do Estado, mas ressaltou a importância do diálogo para atingir as metas estabelecidas. “É um convite que nos desafia a fazer mais. Nós sabemos das dificuldades que estamos vivendo. Sabemos o tamanho do orçamento, mas fazer política na área da saúde é ter diálogo, transparência e carinho”, disse. Arita

Arita Bergamann falou também sobre o Mais Médicos. Ela disse que o programa é fundamental para os municípios e afirmou que é preciso fazer um balanço sobre as perdas com as saídas dos profissionais cubanos.

“Os municípios não podem dispensar o programa Mais Médicos. Os profissionais do Mais Médicos são os que suprem as carências de médicos nos municípios. (Saída dos cubanos) Desacomodou um pouco. Nós vimos na prática que isso fez com que os médicos se movimentassem, os que já estavam trabalhando em algumas frentes nos municípios se inscreveram no Mais Médicos. Isso deixou alguns vazios nas redes de atenção dos município. Isso merece uma avaliação de como foi essa movimentação e do perfil dos médicos que se inscreveram”, afirmou.

Até o momento, Eduardo Leite já confirmou 16 nomes do seu secretariado. A composição da próxima gestão deverá ser concluída apenas na segunda-feira, véspera da posse no Palácio Piratini.

Os outros secretários confirmados para o governo de Eduardo Leite:

Covatti Filho (PP) – AGRICULTURA, PECUÁRIA E DESENVOLVIMENTO RURAL

Elegeu-se deputado federal pela segunda vez em 2018. Na Câmara dos Deputados, atua junto à bancada ruralista.

Otomar Vivian (PP) – CASA CIVIL

Presidiu o Instituto de Previdência Social do Estado na gestão de José Ivo Sartori; titular da Casa Civil de Yeda Crusius; prefeito de Caçapava do Sul; e deputado estadual.

Tânia Moreira – COMUNICAÇÃO

A jornalista coordenou a comunicação da campanha de Eduardo Leite. Foi secretária municipal de Comunicação do prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB)

Beatriz Araújo – CULTURA

Produtora cultural, foi secretária municipal da pasta em Pelotas duas vezes. Coordenou projetos culturais privados e presidiu o Conselho Municipal de Cultura de Pelotas.

João Derly (Rede) – ESPORTES E LAZER

Ex-judoca campeão olímpico, elegeu-se vereador de Porto Alegre em 2012. Em 2014, conquistou uma vaga na Câmara dos Deputados. Não se reelegeu.

Marco Aurélio Santos Cardoso – FAZENDA

Funcionário de carreira do Banco Nacional de Desenvolvimento, foi secretário municipal da Fazenda do Rio de Janeiro (2009-2012).

Cláudio Gastal (PPS) – GOVERNANÇA E GESTÃO ESTRATÉGICA

O empresário foi presidente do Movimento Brasil Competitivo e faz parte da equipe de transição do governo eleito.

Luís da Cunha Lamb – INOVAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Professor de Informática na UFRGS, atualmente ocupa o cargo de pró-reitor da pesquisa na universidade.

Catarina Paladini (PR) – JUSTIÇA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS

Bacharel em Direito, foi Secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social na gestão Sartori. Foi deputado estadual em dois mandatos pelo PSB, hoje é suplente.

Artur Lemos (PSDB) – MEIO AMBIENTE E INFRAESTRUTURA

O advogado foi secretário de Minas e Energia no governo Sartori. Presidiu a Fundação Zoobotânica na gestão Yeda.

Leany Lemos (PSB) – PLANEJAMENTO

Servidora do Senado, ocupou o cargo no DF na gestão de Rodrigo Rollemberg (PSB). É suplente da senadora eleita Leila do Vôlei, pelo DF.

Eduardo Cunha da Costa – PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO

Procurador de carreira da Procuradoria-Geral do Estado, exerce a função de procurador-geral adjunto para assuntos jurídicos desde 2016.

Ana Amélia Lemos (PP) – RELAÇÕES FEDERATIVAS E INTERNACIONAIS

Senadora desde 2010, concorreu à governadora em 2014 e vice-presidente da República na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB) na eleição deste ano.

Delegado Ranolfo Vieira (PTB) – SEGURANÇA

Chefe da Policia Civil durante a gestão de Tarso Genro (PT). Acumulará a pasta da Segurança e vice-governadoria.

Juvir Costella (MDB) – TRANSPORTES

Servidor estadual aposentado, elegeu-se pela segunda vez deputado estadual. Foi secretário do Turismo, Esporte e Lazer em 2015.