Além dos celulares, a polícia apreendeu carregadores, facões e drogas

No ambiente prisional, agentes penitenciários realizaram, nesta terça-feira (18), revista geral no Presídio de Camaquã. A ação, que iniciou às 6h30, retirou das celas dezenas de aparelhos celulares e outros materiais proibidos.

Participaram da operação agentes da casa prisional, da Agência Regional de Inteligência Penitenciária (5ª/Aripen), servidores ligados à 5ª Delegacia Penitenciária Regional (DPR), além do delegado penitenciário e seu substituto. O Grupo de Ações Especiais (GAES) fez a extração dos custodiados das galerias e a conteção no pátio, enquanto ocorria a revista.

A 5ª DPR informou que não há previsão da transferência de presos.

Os materiais apreendidos são: 70 aparelhos celulares, 19 estoques, cinco facões, 21 baterias de aparelho celular,  73 carregadores, 51 petecas de substâncias semelhante à cocaína,  quatro buchas de substâncias semelhante à cocaína, um tijolo de substância semelhante à maconha e dois invólucros contendo substâncias semelhante à maconha.

O material apreendido ficou sob responsabilidade do setor de Atividade de Segurança e Disciplina (ASD), que irá registrar a ocorrência junto a Delegacia de Polícia local.