Além das vítimas fatais, outras 15 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas a hospitais da região. Apenas um menino de 11 anos segue internado, acompanhado pelos pais, em Camaquã. Ao todo, 44 pessoas, entre passageiros e motoristas, todos uruguaios, estavam no ônibus que saiu de Montevidéu, no Uruguai, com destino a Florianópolis.

A maior parte das vítimas já retornou para o Uruguai. Já as que precisaram receber atendimento estão sendo levadas para Porto Alegre, onde devem embarcar em um voo para Montevidéu. Segundo informações preliminares da Polícia Rodoviária Federal (PRF), acredita-se que o motorista tenha passado mal ou dormido ao volante, pois não há marcas de freios no asfalto.