Os assaltantes chegaram ao banco por volta das 8h e se passaram por clientes, não usando máscaras ou toucas para cobrir os rostos. Em seguida, mostraram as armas com silenciadores. Segundo o titular da Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), João Paulo de Abreu, o grupo rendeu primeiro os vigilantes e, em seguida, outros funcionários e clientes.

— Eles chegaram discretamente — salienta o delegado.

Agência Estilo do Banco do Brasil foi alvo de assalto nesta sexta-feira

Agência Estilo do Banco do Brasil foi alvo de assalto nesta sexta-feira 

O dinheiro tomado foi retirado do cofre e dos caixas eletrônicos. Segundo o delegado, o valor ainda está sendo contabilizado pelo banco.

— Não me parece que foi esse valor (R$ 1,2 milhão), mas é valor significativo. O pessoal do banco está contabilizando o valor levado — destacou o delegado.

Antes de sair do banco, os criminosos tomaram o equipamento que armazena as imagens de câmeras. Entretanto, ainda segundo o delegado, o banco tem um sistema remoto que deve ser acessado para obter as gravações. Na fuga, os assaltantes utilizaram dois veículos — um deles um HB20 de cor escura. Segundo a ocorrência da BM, dois criminosos saíram pela Rua Felicíssimo de Azevedo e outro foi em direção à Avenida Cristóvão Colombo.

Após o crime, o local foi isolado para o trabalho da perícia.

— Foram deixados muitos vestígios no local — acrescenta o delegado.

Ainda segundo o delegado, o grupo é investigado por participação em outros quatro crimes semelhantes, todos em Porto Alegre. Para apurar o crime, a polícia pede a colaboração da população pelo Disque-Denúncia: 0800 510 2828.