Apesar da melhora das condições climáticas, 465 pessoas continuam fora de suas casas em função dos temporais que atingiram o Rio Grande do Sul na semana passada. De acordo com a Defesa Civil, em boletim divulgado nesta segunda-feira, 389 estão desalojadas e outras 76, desabrigadas.

As cidades que ainda registram algum tipo de estrago em razão de alagamentos ou granizo são: Itapuca, Lagoa Vermelha, Soledade, Nova Alvorada, Alegrete e Dom Pedrito. Destas, apenas Lagoa Vermelha decretou situação de emergência devido à queda de granizo. Na cidade, 19 bairros e parte do centro foram atingidos, sendo que quase 4 mil residências ficaram danificadas por estragos causados pelo granizo. Uma pessoa ficou ferida após subir no telhado para realizar reparos.

Em Soledade, aproximadamente 60 casas e 15 galpões ficaram com o telhado danificado. Já em Nova Alvorada, o granizo provocou destelhamento em aproximadamente 125 casas, uma escola e um salão comunitário.

Em Itapuca, aproximadamente 160 residências foram afetadas pelo granizo. Houve danos em galpões, aviários, quedas de árvores, danos em lavouras e plantações de erva-mate. A Defesa Civil e a Prefeitura realizaram a entrega de lonas e telhas para as comunidades atingidas.