Sobre Havan e Saffari em Pelotas, as informações estão disponíveis sim

 

RESUMO: Conforme a matéria do Diário Popular, a Câmara de Vereadores solicitou parecer técnico ao Conselho de Cultura (ConCult). O ConCult emitiu o parecer solicitado pela Câmara de Vereadores e denunciou o caso ao Ministério Público, em razão de considerar que o projeto apresenta risco ao patrimônio histórico.

O Jockey Clube informa que não tem 1,1 milhão para reformar o patrimônio histórico e depende da vinda das lojas para se manter em funcionamento.

Agora o caso depende de parecer do Ministério Público, por meio do Promotor de Justiça André Borba (é o mesmo Promotor de Justiça que está com o caso das Rodas de Samba no Mercado Público) . É a esse parecer do Ministério Público que o Luciano Hang vincula a vinda das lojas.

Matéria: https://www.diariopopular.com.br/geral/havan-e-zaffari-avaliam-romper-contrato-com-o-jockey-140731/?fbclid=IwAR2lRkVWtwxAHMrHzydMAK-TVEo6VgE-zRXf5cbdpfLFwDw2XPLRUMbMxKg