Informativo

Primeiro trecho da duplicação da BR-116 pelo Exército pode ser liberado em agosto


Fonte: Gabriel Jacobsen / Fernando Gomes / Agencia RBS


143
Primeiro trecho da duplicação da BR-116 pelo Exército pode ser liberado em agosto
143

Treze quilômetros da rodovia, na altura de Barra do Ribeiro, já está com uma das três camadas de asfalto previstas

Um trecho de 13 quilômetros da BR-116, rodovia que o Exército está duplicando, pode ser liberado para tráfego de veículos, na altura de Barra do Ribeiro, até agosto deste ano. A perspectiva foi dada pelo comandante do 1º Batalhão Ferroviário de Lages (SC), Cleber Arruda, que comanda as obras. Ele destacou que a decisão dependerá do aval do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

O trecho, entre os quilômetros 314 e 327, já teve uma camada de asfalto aplicada e, conforme Arruda, poderia ser liberado para tráfego nestas condições por um período determinado de tempo. Outras duas camadas asfálticas ainda serão aplicadas.

Até o fim de 2019, o Exército projeta ter aplicado a primeira camada de asfalto em 33 quilômetros da duplicação.

Nesta sexta-feira (3), o comandante-geral do Exército, general Edson Leal Pujol, vistoriou as obras. A duplicação de 50 quilômetros da BR-116 está sendo realizada pelas equipes de engenharia do Exército, após atrasos das empreiteiras inicialmente contratadas. A previsão é concluir os trabalhos até fevereiro de 2021.

Atualmente, a obra conta com atuação de 124 militares, dos 250 previstos para atuar na duplicação. Ao menos 70 viaturas e máquinas do Exército estão sendo utilizadas.