Comitê local da Frente Gaúcha em Defesa da Previdência Social de São Lourenço do Sul, organizou um ato contra a Reforma da Previdência na tarde de quarta-feira (01), junto a Praça Central. Na oportunidade, buscando colher assinaturas em abaixo-assinado contra a Reforma da Previdência, proposta do Governo Federal. No feriado do trabalhador foram coletadas mais de 300 assinaturas da comunidade lourenciana contra a reforma.

O Comitê Lourenciano, acredita que a Reforma da Previdência não acaba com privilégios, mas acaba com a aposentadoria pública. Para melhorar a Previdência Social no Brasil, é preciso gerar empregos com carteira assinada, combater a sonegação e cobrar os grandes devedores. O Governo Bolsonaro diz que quer economizar R$ 1 trilhão de reais com a reforma. Ou seja, economizar com os pobres, para entregar aos banqueiros. O povo brasileiro não votou pelo fim da aposentadoria.