Uma das bandeiras da gestão do DetranRS, a implementação do drogômetro no Brasil dá mais um passo para se tornar realidade. O Ministério da Justiça e Segurança instituiu um grupo de trabalho para realizar estudos e elaborar documentos técnicos visando a implementação da utilização de tecnologias para detecção de substâncias psicoativas em condutores no trânsito brasileiro. A portaria 384/19 foi publicada na última semana no Diário Oficial da União.

Partindo do projeto “Tecnologias de Screening de SPAs no Trânsito – Avaliação de Tecnologias para Detecção de Substâncias Psicoativas em Condutores Brasileiros”, realizado através de um termo de cooperação entre a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas e o Hospital das Clínicas de Porto Alegre, o grupo de trabalho terá o prazo de 12 meses para conclusão de suas atividades e apresentação de relatório final.

O diretor-geral do DetranRS Enio Bacci comemorou a criação do grupo de trabalho e espera que o drogômetro possa ser aprovado para uso na fiscalização o mais breve possível. “Essa é uma medida necessária e urgente. O controle de motoristas alcoolizados já está bem consolidado com as blitze focadas em alcoolemia, como a Balada Segura. Está na hora de darmos um passo adiante. Estamos confiantes no resultado dos estudos do GT para avançarmos nesse sentido”.