Quatro anos longe da Libertadores e tendo passado por um rebaixamento, o Inter não está nas listas de favoritos para a conquista da América em 2019 apesar da tradição no torneio. Em entrevista em Santiago nesta terça-feira, o zagueiro Victor Cuesta foi questionado sobre o assunto e disse que os jogadores não se incomodam com isso porque sabem a história da camisa que vestem.

“Nós sabemos a camisa que vestimos. Temos de sair a ganhar em qualquer campo”, disse Cuesta, que pediu o Inter focado diante do Palestino. “Temos de estar focados no jogo. Nosso elenco tem juventude, mas também temos experiência. Temos de entrar focados para fazer um grande jogo”, apontou o argentino.

Em relação ao Palestino, que surpreendeu ao chegar na fase de grupos em uma chave preliminar que tinha Talleres, São Paulo e Independiente Medellín, Victor Cuesta disse que o Inter não espera facilidades diante dos chilenos. O argentino fez elogios ao adversário desta quarta-feira.

“Ainda é um grupo difícil. Todos que estão na Libertadores fizeram por merecer. Temos de estar ligados porque essa competição não admite erros. Temos de entrar focados para vencer”, analisou.

O Inter fez nesta terça-feira em Santiago o último treino antes da estreia na Libertadores. Após o trabalho, o elenco foi ao estádio San Carlos de Apoquindo conhecer o palco da partida desta quarta, às 19h15min, diante do Palestino.