Grêmio chegou a perder pênalti em clássico válido pela ida da decisão, no Beira-Rio, nesta segunda-feira

O primeiro jogo da final do Brasileirão de aspirantes teve muito dos eventos de clássicos das equipes principais. Polêmicas, pênalti, boas defesas e ânimos exaltados. Menos gols. A partida de ida da decisão da categoria, disputada no clássico Gre-Nal do Beira-Rio, na tarde desta quarta-feira, terminou em 0 a 0, deixando a decisão para o jogo de volta, no próximo domingo, em Caxias do Sul. Mais de 2.700 pessoas compareceram à decisão.

O Inter chegou à decisão buscando seu terceiro título na categoria. Já o Grêmio iniciou a decisão atrás da conquista do título inédito.

O Grêmio foi a campo com Phelipe Megiolaro; Felipe A., Ruan, Rodrigues e Jhonata Varela; Matheus Frizzo, Darlan, G. Azevedo, Isaque e Jhonata Robert; Da Silva. Já o Inter foi a campo com Keiller; Edson, Roberto, Fabio Alemão e Erik; José Gabriel, Jéferson, Juliano Fabro, Neto e Leandro; Pedro Lucas.

O Inter foi superior no início do confronto. No entanto, o momento durou só até o pênalti a favor do Grêmio, em lance polêmico. Da Silva foi lançado na área e tentou mergulhar para dar um peixinho. Na tentativa de cortar a bola, Edson cometeu a infração, flagrada pelo árbitro. O próprio Da Silva cobrou, mas pegou mal na bola. Fraco e rasteiro no canto esquerdo, facilitou a defesa de Keiller.

A partir do pênalti perdido, foi o Grêmio quem passou a criar as melhores chances para abrir o placar, inclusive no lance seguinte. A melhor chance do Tricolor foi aos 43 do primeiro tempo, em chute de Jhonata Robert, defendido por Keiller.

Antes do fim do primeiro tempo, uma interrupção. Houve uma queda de luz no Beira-Rio, e os refletores permaneceram desligados. O árbitro aguardou o reestabelecimento da energia elétrica para dar continuidade, com os minutos que ficaram pendentes. Só então foi encerrada a etapa inicial, com o placar em 0 a 0.

No segundo tempo, o jogo esfriou um pouco. Os ânimos, que estavam exaltados, passaram a ficar mais calmos. A partir dos 30 minutos da etapa final, as duas equipes diminuíram o ritmo e a intensidade, e pareceram aceitar o empate sem gols que se desenhou. Nos últimos minutos, o Grêmio até ensaiou uma pressão, mas não foi o suficiente para abrir o marcador.

Assim, a decisão ficou para o próximo fim de semana. A finalíssima do Brasileirão, no clássico Gre-Nal de aspirantes, acontece no próximo domingo, às 14h, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. Quem vencer fica com o título da competição.