Defensor caiu no gramado sentindo muitas dores e precisou ser substituído por David Braz

Nem tudo foi motivo para comemoração em Belo Horizonte. Logo nos primeiros minutos do segundo tempo, o zagueiro Pedro Geromel sentiu uma lesão no adutor da coxa direita ao afastar uma bola para o campo de ataque. O defensor caiu no gramado sentindo muitas dores e precisou ser substituído por David Braz. Após o jogo, o zagueiro mal conseguia caminhar devido ao problema.

Geromel terá de passar por exames de imagem para avaliar o grau da lesão. Em 2017, ele também ficou um bom período afastado justamente por causa de uma lesão muscular no adutor da coxa. A preocupação maior é com os jogos diante do Flamengo nas semifinais da Libertadores, principalmente o primeiro confronto, no dia 2 de outubro. “Vamos reavaliar em Porto Alegre para saber a magnitude da lesão. Ele apresentou um quadro de muita dor e cansaço”, declarou o médico Paulo Rabaldo. O departamento médico terá de trabalhar contra o tempo para deixar o zagueiro à disposição de Renato na Libertadores.

Rabaldo também confirmou que a lesão no joelho do lateral-direito Leo Gomes é ligamentar. O atleta terá de realizar exames complementares no início desta semana e não deve escapar de uma intervenção cirúrgica, o que faria com que ele só retornasse na próxima temporada.

Apesar da goleada por 4 a 1 sobre o Cruzeiro, a diretoria do Grêmio não deixou de reclamar de um pênalti não marcado para o Tricolor no primeiro tempo, quando a bola bateu no braço do zagueiro Cacá em finalização de Alisson. O árbitro nem chegou a ver o lance no vídeo, apenas ouviu as orientações vindas da cabine do VAR.

“O VAR está sendo usado de forma errada. Para os outros é pênalti, mas para o Grêmio não. O critério tem que ser único e igual para todos. Vamos protestar”, afirmou o diretor de futebol do clube, Deco Nascimento. “Contra o Grêmio não vale mais?”, reclamou o dirigente.