Camisa 10 do Inter treinou no bairro em que passou a infância

Antes mesmo de retornar ao Monumental de Núñez para enfrentar o River Plate na terça-feira, D’Alessandro viveu momentos de emoção nesta segunda após o treinamento do Inter em Buenos Aires. O trabalho foi realizado no estadio Diego Armando Maradona, do Argentinos Jrs., que fica no bairro de La Paternal, onde D’Ale nasceu e viveu por toda a infância. Durante coletiva depois de atividade, o camisa 10 colorado se emocionou ao falar sobre a presença dos pais e amigos no local.

“É a primeira vez que dou uma conferência de imprensa com meus pais juntos. Tudo isso é especial… Não voltava para a Argentina desde as férias. É bom ver a família, amigos e voltar ao bairro. Foi aqui que eu nasci e me criei. Tem um sentimento diferente de jogar na Argentina, mas ter a chance de treinar aqui no campo do Argentinos Jrs. é especial”, disse D’Alessandro, que chegou a chorar durante a coletiva.

D’Ale seguiu falando sobre seu retorno ao Monumental de Núñez nesta terça-feira para enfrentar o seu ex-clube. “Tem um sabor especial, o lado emocional muito grande de voltar ao Monumental. Jogar contra o River no Beira-Rio foi especial, mas aqui é diferente porque é a minha terra. O Monumental foi o estádio em que joguei a minha primeira partida como profissional”, recordou o meia, que enfrentou o River no Monumental quando vestia a camisa do San Lorenzo, em 2008.

Na volta ao Monumental de Núñez, no entanto, não é certo que D’Alessandro irá jogar. Pendurado com dois cartões amarelos, o meia poderá ser poupado pelo técnico Odair Hellmann. O argentino disse ainda não saber se irá para o jogo, mas disse que está à disposição do treinador. “Se tiver de jogar, vou jogar. A decisão é do treinador, obviamente. Ele vai saber qual é a melhor opção para o time. A gente não sabe quem vai jogar ainda, mas a decisão é do Odair”, declarou D’Ale, que afirmou que a partida contra o River não será encarada como um amistoso.

“Não existe jogo amistoso, os dois times têm objetivos. O River vai querer fazer a maior quantidade de pontos. Mesmo que o regulamento tenha mudado, isso vai fazer diferença lá na frente. O mesmo para nós. Temos de ter a consciência de tentar fazer uma das melhores campanhas para na frente ter a possibilidade de decidir em casa”, projetou.

Inter e River Plate se enfrentam nesta terça-feira, às 21h30min, no Monumental de Núñez. O Colorado tem garantido o primeiro lugar do Grupo A, com 13 pontos. Já o River é o segundo, com nove.