Durante o Sarau Poético e Musical comemorativo ano aniversário do município, realizado na noite da quinta-feira (25), foi lançado o concurso literário “Minha Terra Minhas Memórias”, para contos, crônicas e poesias. O concurso será desenvolvido nos próximos meses e terá premiação durante a 38ª Feira do Livro, em novembro.

A iniciativa é da Coordenadoria Municipal de Cultura, em parceira com a Academia Internacional de Artes e Letras Sul-Lourenciana (AIL) e do Centro de Escritores Lourencianos. Podem participar as pessoas nascidas em São Lourenço do Sul, residentes ou não. As inscrições serão abertas em breve, quando serão também divulgadas informações complementares.

“Neste ano vamos trabalhar muito o amor das pessoas por São Lourenço. Isso já está ocorrendo na Semana do Município terá continuidade”, disse a coordenadora de Cultura, Miriam Freitas, ao lançar o concurso ao lado do presidente da Academia Internacional de Artes e Letras Sul-Lourenciana, Jefferson Dieckmann e da presidente do Centro de Escritores Lourencianos, Aloi Schneider.

Eles também falaram sobre a Feira do Livro. O patrono desta edição é Jefferson Dieckmann. “Muito me orgulha ser escolhido como patrono. Fico muito honrado de ser lembrado mesmo morando tanto tempo fora, tanto por ser presidente da Academia, quanto patrono da Feira do Livro”, disse o escritor e poeta que tem quatro livros publicados, além de participar de 64 antologias poéticas. Ele mora há 40 anos em Curitiba onde também integra várias entidades literárias, assim como em São Lourenço do Sul.

Foi também apresentado no momento, o tema da 38ª Feira do Livro: “São Lourenço do Sul, da Costa Doce às paginas de um livro”. Ao falaram sobre a Feira, Aloi Schneider ressaltou: “Nossa promessa é de fazer uma linda Feira do Livro”.