O Camping Municipal recebeu durante o fim de semana, a 18ª edição do Acampamento Regional de Cultura Afro que recebeu visitantes de várias cidades da região, além de locais mais distantes como Porto Alegre e São Paulo, por exemplo.

O evento que tem por objetivo resgatar a cultura afro regional, valorizando e estimulando novos grupos e os já existentes, começou na quinta-feira (11) e seguiu até o domingo (14), fomentando a integração cultural entre os municípios da região. Para isso, a programação teve muito música, dança, painéis temáticos, debates, oficinas, apresentações artísticas, desfile afro, lazer, diversão, entre outras atrações.

Na abertura realizada na tarde da sexta-feira (12), os discursos foram não apenas no sentido de valorizar esta cultura, mas também de respeitá-la. O prefeito Rudinei Härter ressaltou que é fundamental manter viva a história e ainda a importância do momento de debates que precisa ser aproveitado. “É preciso o entendimento de que somos iguais e que a história não pode ser esquecida”, disse. Ele ainda fez uma ampla reflexão sobre o passado e o momento atual, desejando aos participantes do Acampamento bons debates para a construção da cidade, estado e país que se deseja. A secretária de Educação, Cultura e Desporto, Cristiane Hax também participou da abertura, assim como representantes de várias instituições.

O Acampamento de Cultura Afro é realizado pelo Quilombo Munjolo e entidades parceiras, com apoio da Prefeitura através da Coordenadoria Municipal de Cultura e Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio.