O trabalho de desassoreamento do arroio São Lourenço já tem apresentado resultados positivos e importantes para a comunidade. Mesmo com as fortes e constantes chuvas dos últimos dias não houve risco de transbordamento como ocorria antes do governo municipal articular a dragagem do manancial.

Além das chuvas de dias anteriores, na segunda-feira (13) os acumulados chegaram a 85mm na cidade, 70mm no Passo do Candombe e 110mm na localidade do Coqueiro. A equipe da Defesa Civil monitorou a situação tanto nos pontos de medição de precipitação, quanto em zonas de risco, no entanto não foram contatados transtornos.

O desassoreamento do arroio começou em setembro de 2017, quando chegou a cidade uma draga do governo do estado, atendendo reivindicação do governo municipal. Desde então a profundidade do arroio tem sido aumentada para 3,5m, chegando a 4m em alguns pontos, o que aumenta a vazão de água, especialmente nos períodos chuvosos.

Segundo a Secretaria de Obras e Urbanismo, a draga retira 120m³ de areia por dia trabalhado. Esta areia está sendo utilizada em obras de pavimentação de ruas. Anteriormente, o arroio transbordava na cidade quando a água atingia 1,85m no medidor do Passo do Candombe na zona rural. Já após o início dragagem, houve um transbordamento em setembro de 2018 com 2,22m de altura no medidor, no entanto, causando transtornos significativamente menores do que aqueles registrados em anos anteriores.