Ex-goleiro do Inter também citou “gostinho especial” em voltar a jogar no Rio Grande do Sul

O goleiro Alisson, que pegou uma das cobranças na série vencida pelo Brasil por 4 a 3, após empate no tempo normal em 0 a 0 contra o Paraguai, elogiou os companheiros ao final do jogo. O Brasil só errou uma cobrança – com Roberto Firmino – e avançou às semifinais da Copa América 2019.

Alisson pegou um dos pênaltis, cobrado por Gustavo Gómez. Após já ter feito uma grande defesa no tempo normal, defendeu cobrança do paraguaio, batido no canto esquerdo do goleiro.

Após a partida, o ex-goleiro do Inter elogiou os demais jogadores. “Meus companheiros fizeram a parte deles nas cobranças, que era o mais importante. Tiveram muita convicção na hora de bater os pênaltis”, destacou Alisson.

Ele citou ainda o “gostinho especial” em voltar a jogar no Rio Grande do Sul. “Sentir o carinho da torcida dos dois clubes, tanto do Inter quanto do Grêmio, e ter a família perto, é muito bom. Sentimento muito especial, mesmo sendo aqui na Arena”, brincou o goleiro.

Alisson afirmou que a equipe jogou bem, dentro das circunstâncias, mesmo não tendo conseguido marcar o gol. “É um grupo de jovens, mas merecedor. Um drgrau já foi, temos mais dois pela frente, para conseguir o objetivo, que é ser campeão da Copa América”.

Nas cobranças, declarou ter mantido a tranquilidade, e destacou o trabalho feito pela comissão técnica, com o preparador de goleiros Taffarel, e os companheiros Cássio e Ederson. “Todo mundo fica na ansiedade, mas tento manter a tranquilidade, para que o sentimento que vem de fora não interfira no meu trabalho”, finalizou.